6.15.2011

algumas ideias




Estava a analisar a pesquisa que fiz (aqueles 3 últimos posts e outras coisas) e comecei a perceber que existia sempre uma narrativa que tornava a relação artwork/banda especial.
Por exemplo, o Black Album (Metallica) dos Metallica tem uma capa muito simples: o logo da banda e uma cobra enrolada. Mas essa cobra é o emblema da bandeira de Gadsden e a faixa "Don't Tread on Me" retira o seu nome do lema dessa bandeira.
De acordo com a Wiki:
"A bandeira de Gadsden é uma bandeira histórica (1775) dos Estados Unidos da América, de fundo amarelo com uma cascavel contraída e pronta a atacar. Sob a serpente lê-se "DONT TREAD ON ME" ("NÃO ME ESPEZINHES"). A bandeira tem o nome do seu criador; o estadista e general americano - Christopher Gadsden.
A cascavel como símbolo das Colónias Americanas foi proposta por Benjamin Franklin, por lhe parecer um animal vigilante e magnânimo, que entretanto ataca fatalmente, se provocado ou desafiado. De acordo com Franklin, é este o retrato do temperamento e da conduta dos americanos."




Os Mr. Bungle devem o seu nome à persenagem com o mesmo nome, um palhaço macrabo que ensinava os meninos a comportarem-se - uma espécie de Mr. Punch menos violento.



Existem outros exemplos, mas o importante é que gostava de conseguir transportar essa segunda dimensão para este trabalho. O meu objectivo neste momento é criar/identificar uma mística e retratá-la eficazmente, uma vez que da parte da banda entendi que o novo nome não tinha ainda uma narrativa muito forte. No entanto, agora com as letras e o nome do novo álbum,Vícios, comecei a imaginar uma ligação entre conceitos que poderão ajudar a chegar a uma solução visual: vícios -> demónios interiores (combate/aceitação) -> pecados capitais. Ainda não estou muito certa sobre onde este rumo me vai levar, mas é o que estou a tentar.


Algumas imagens que me têm vindo à cabeça durante o trabalho:





Sem comentários:

Ocorreu um erro neste dispositivo